Notícias

O que está em risco com a mudança na política de privacidade do WhatsApp?

Contratos para Fornecimento de Água

2021 começou com muita gente preocupada com o anúncio da mudança na política de privacidade do WhatsApp, ferramenta de troca de mensagens online que pertence ao Facebook e é muito popular aqui no Brasil.

De acordo com essa nova política, os usuários passariam a concordar em compartilhar seus dados pessoais com o todo o conglomerado pertencente ao grupo, o que inclui o Facebook, o Instagram e o Messenger.

No entanto, desde que o anúncio foi feito, na primeira semana do ano, a plataforma tem sido alvo de muitas críticas, principalmente porque a mudança não deixava nenhuma alternativa aos usuários a não ser aderir às novas regras.

Devido a esta falta de opção e à remoção dos pontos que indicam a discrição do usuário no compartilhamento de dados com o Facebook, muita gente preferiu migrar para plataformas alternativas, como o Telegram e o Signal, por exemplo.

A avalanche de críticas e questionamentos nas redes sociais fez com que o WhatsApp decidisse publicar em sua conta oficial no Twitter um esclarecimento sobre a nova política, dizendo que as conversas não seriam afetadas pelas alterações de forma alguma, já que as mensagens enviadas nos bate-papos continuariam protegidas por criptografia de ponta a ponta.

A empresa também afirmou que nem eles, nem o Facebook podem ver as mensagens que os usuários enviam uns para os outros, e também não podem ouvir as conversas durante as chamadas. Além disso, a plataforma diz que não mantém registro de quem está trocando mensagens ou ligações, e que os grupos no WhatsApp também são privados.

Outra garantia dada pelo mensageiro é de que, embora as operadoras de serviços de telecomunicações mantenham registros de chamadas e mensagens, o WhatsApp opta por não fazer isso para seus 2 bilhões de usuários, porque acredita que isso seria um enorme risco à privacidade e à segurança.

A nova política de privacidade da ferramenta entra em vigor no próximo dia 8 de fevereiro.


WhatsApp Business

Quanto às empresas, a plataforma afirma que as interações dos usuários com as contas comerciais no WhatsApp, que estão claramente indicadas no chat, podem sim ser utilizadas pelas empresas para melhorar seu próprio marketing, e as empresas também podem optar por compartilhar essas informações com o Facebook.

Isso significa que os bate-papos dos usuários com empresas sobre quaisquer dúvidas, suas atividades de compras, seus recibos e toda a interação com empresas no Facebook, WhatsApp e Instagram pode ser coletada pelo Facebook para personalizar anúncios e exibições de produtos nos três sites que são de propriedade de Mark Zuckerberg.

Vale destacar que a opção de compartilhar dados com o Facebook já existe no aplicativo há anos, mas até agora, era apenas uma opção. A partir de 8 de fevereiro, ela será “obrigatória”.

Soluções

Confira abaixo opções com internet ultra rápida, certamente temos um plano para você ou sua empresa.

Internet banda larga

Planos Residenciais

Internet com alto desempenho e sem limites para clientes que precisam de um serviço profissional para executar trabalhos em casa ou para lazer da família.

Saiba mais

Internet banda larga

Planos Comerciais

Internet com alto desempenho e sem limites para empresas de pequeno porte que precisam de um serviço profissional para executar serviços do cotidiano.

Saiba mais

Internet banda larga

Planos Empresariais

Internet profissional para empresas de pequeno a grande porte que necessitam de alta performance e baixo custo, soluções simples e com alta disponibilidade.

Saiba mais

Internet banda larga

Projetos para Codomínios

Tendo como objetivo a prestação de serviços de alta qualidade, desenvolvemos produtos voltados para condomínios horizontais, suprindo as necessidades em comunicação e segurança.

Saiba mais

Ainda com dúvidas?

A nossa equipe de atendimento está a um clique de você.

Atendimento
11 4025-0755